fbpx

 Como proteger seu bolso

Vamos ter que falar um fato que talvez seja duro de ouvir: o problema de nós brasileiros não é que estamos endividados – é que estamos mal endividados.

Pagamos altas taxas de juros para empréstimos com prazos muito curtos e, no final, acabamos pagando muito mais do que deveríamos.

Costumamos colocar a culpa nos bancos e financeiras – e realmente eles não fazem a nossa vida fácil, dificultando o acesso ao crédito e cobrando taxas muito altas pelos empréstimos, Mas a verdade é que somos grandes responsáveis pelas dores que sofremos na nossa vida financeira.

Quer uma prova disso?

Sabia que 59% das pessoas com dívidas não sabem o quanto devem? E mais: 36% não sabem para quantas empresas devem. O dinheiro vai embora e você nem sabe para onde foi.

Existe uma frase perigosa que está por trás desse descontrole: “cabe no seu bolso”.

Para comprar coisas a prazo aqui no Brasil parece que tudo cabe no seu bolso. Tem carro comprado a prazo com prestações que cabem no seu bolso. Curso de inglês? Também cabe no seu bolso. Seguro, TV de 50 polegadas, bolsa de marca, viagem para o Nordeste… e por aí vai – tudo com parcelas que cabem no seu bolso!

Aí você vai comprando e comprando, e as dívidas vão se acumulando até o ponto em que o bolso não aguenta mais e arrebenta nas costuras.

É nessa hora que o brasileiro se vê apertado, usando a maior parte do salário que ganhou suando a camisa para pagar os boletos que não param de chegar. E é aí que bate aquela pressão e a gente entra no cheque especial, no rotativo do cartão ou faz aquele empréstimo caro parece aliviar, mas nos meses seguintes a situação se complica e você fica apertado para pagar.

Mas essa situação dava para ser evitada? Na maior parte das vezes, sim.

Comece a prestar atenção não só no tamanho das parcelas, mas também quanto elas vão custar somadas no final. Você pode descobrir que pagar a prazo por aquele produto que quer pode custar duas, três…até quatro vezes o seu valor original. Isso vai te ajudar a decidir se vale a pena comprar ou não.

Crie um controle para todas as dívidas e prestações que paga todo mês.

É muito importante saber qual o custo delas no seu orçamento para você poder se planejar.

Outra dica importante: antes pegar dinheiro emprestado, veja qual a taxa de juros que vai pagar e compare com outras opções no mercado – sempre para a mais baixa!

E não se esqueça que a qualquer momento que a dívida apertar você pode procurar a Portfy. A gente vai trabalhar duro para ajudar você a encontrar uma maneira mais barata de pagar as suas dívidas – e te ajudar a parar de ficar mal endividado.

O seu bolso agradece.

Quer começar a economizar? Entre agora na Portfy e faça o seu cadastro.

www.portfy.com.br/proposta/

#economize #portabilidade #vamosportfar #economizedinheiro #finançassustentáveis #rico #emdia #partiuportabilidade #paguemenos


Empresa Acelerada:

Copyright © 2018 PORTFY BRASIL INTERMEDIAÇÃO DE NEGÓCIOS LTDA.-ME - CNPJ 26.113.403/0001-30.
Somos correspondentes bancários e seguimos rigorosamente a resolução 3.954/11 do Banco Central do Brasil.
O uso desse site está sujeito às regras descritas no Termos de Uso e Política de Privacidade.


A Portfy está em pré-operação e é gratuita. Nós nunca vamos pedir qualquer tipo de depósito.